logo_grupo_interclinicas.png

Atendimento 24 horas

(11) 3421-6352

idoso.jpg
Clínicas de recuperação para dependentes alcoólicos:
 
As clínicas de recuperação para dependentes alcoólicos podem parecer uma boa saída para quem tem ou conhece alguém com problemas com bebidas. Mas uma dúvida muito comum gira em torno do seguinte questionamento: o que exatamente acontece durante esse processo? O que você pode esperar e quais os tratamentos que são utilizados? Sabemos que quanto mais informação, menos ansiosas as pessoas ficam com algo que não conhecem. Por isso, esse texto serve para tirar as dúvidas mais comuns sobre o tema.
 
recuperação de alcoólatras é o processo que envolve tratamentos médicos e psicoterapêuticos voltados a eliminar a dependência das bebidas. Seu objetivo é bem parecido com o de recuperação para drogas em geral, na medida em que, apesar de lícita, o álcool ainda assim é considerado uma droga, assim como o cigarro: livrar o sujeito da necessidade de consumir bebidas alcoólicas para suprir alguma deficiência psicológica. O tratamento possui sete linhas de trabalho:
  • Eliminar completamente o consumo de álcool, que é o objetivo principal e o ponto de partida para a recuperação total;
  • Criar um sistema de apoio para o qual o paciente possa se voltar todas as vezes que sentir necessidade ou que tiver uma recaída, e é o que garante a manutenção da sobriedade após a alta;
  • Melhorar a saúde geral, criando hábitos de vida saudáveis para substituir os hábitos nocivos anteriores;
  • Melhorar os padrões de pensamento e comportamento que levam, de forma direta ou indireta, o indivíduo a buscar alívio na bebida;
  • Incentivar o paciente a buscar melhorar suas qualificações para conseguir voltar ao mercado de trabalho;
  • Trabalhar os aspectos mais negativos dos alcoólatras que chegaram no fundo do poço e criaram problemas com a justiça, por vezes até respondendo por processos criminais;
  • Tratar as desordens psicológicas e psiquiátricas, como transtornos de ansiedade ou depressão, que podem acompanhar ou anteceder o vício.
Assim que ingressa em uma casa de recuperação, o paciente passa por uma triagem médica, na qual serão consideradas as circunstâncias individuais e montado um programa individualizado de tratamento. Podem ser pedidos exames médicos complementares, como de sangue ou de urina, para que a equipe médica tenha uma ideia geral do estado de saúde do paciente. Em seguida, caso ele tenha ingerido álcool nas últimas horas, será encaminhado a um programa de desintoxicação monitorada, na qual os primeiros sintomas de abstinência serão controlados pela equipe médica e de enfermagem, inclusive ministrando medicação, se necessário, para aliviar os sintomas.
 
O grosso do programa envolve a frequência em terapias individuais e/ou em grupo, nas quais o principal objetivo será identificar os fatores que levam ao consumo excessivo de álcool e tratá-los. Também será trabalhada a necessidade de estabelecer uma nova rotina saudável de vida, dando ferramentas para que o paciente consiga mantê-la, além de prepará-lo para a vida em sociedade e a prevenção de recaídas. Aulas sobre os efeitos do alcoolismo no corpo e na vida são importantes para manter a motivação e ativar a mente racional do paciente para que ele decida se manter longe do vício. Palestras sobre recolocação no mercado de trabalho também são frequentes.
 
O mais importante, entretanto, é o que acontece após a alta: o paciente deve manter um círculo de apoio próximo, podendo voltar e visitar a clínica GRUPO INTER CLINICAS com o qual poderá contar no caso de ter medo de alguma situação, se sentir ansioso ou propenso a ter recaídas. O programa, na verdade, não termina com a saída da clínica. Se levado para a vida, as chances de sucesso são imensas.