logo_grupo_interclinicas.png

Atendimento 24 horas

(11) 3421-6352

idoso.jpg

DEPENDÊNCIA QUÍMICA

A dependência química é uma doença muito grave que infelizmente é notada somente quando já fez uma grande destruição na vida das pessoas.

Geralmente quando um indivíduo apresenta sintomas como o desejo incontrolável de usar a substância e o aumento do consumo de drogas para atingir o mesmo efeito obtido com doses menores, ele já pode ser considerado um dependente químico.
Mas um diagnóstico não é feito somente avaliando essas características e sim com o auxílio de um profissional especializado. Oferecemos profissionais capacitados que, além de diagnosticarem o problema, também auxiliam no tratamento.

 

Quando buscar a ajuda de profissionais?
É comum que as famílias não saibam a hora certa de procurar pelo auxílio de profissionais. Podemos lhe dizer que o mais indicado é a procura quando o uso da substância influencia negativamente a saúde, os estudos, a carreira ou outras áreas da vida de uma pessoa.

 

Tratamento da dependência química
Somente profissionais especializados podem definir qual é a melhor forma de tratar um dependente químico.
Características como a quantidade e o padrão de uso das substâncias  e problemas de ordem emocional, física e interpessoal decorrentes do vício poderão influenciar na escolha do tratamento.

 

A internação costuma ser indicada em um primeiro momento, pois a partir dela o paciente pode ser examinado por diversos especialistas e saber se necessita de cuidados para outras doenças que possa ter adquirido em decorrência do uso de drogas.

 

Ela também é aconselhável porque o médico psiquiatra pode prescrever medicação que auxilie o paciente no tratamento das crises de abstinência que costumam ser muito fortes nos primeiros dias sem usar estas substâncias.

 

Outra etapa importante é a terapia, assim como a prevenção de recaídas. Na terapia, que pode ser individual e/ou em grupo, são tratadas as questões que podem estar por trás do consumo da droga. Conversas com psicólogos ajudam o dependente a entender que outras questões internas precisam ser resolvidas para facilitar o tratamento.

 

Além desse tipo de reabilitação, o tratamento continua com a prevenção de recaídas. Nesta etapa os profissionais ajudam o dependente a alcançar um novo estilo de vida e ensinam estratégias que farão com que ele se afaste cada vez mais do consumo das substâncias.

 

Isso os ajudará a lidar com diversas situações após a saída da clínica, pois a luta contra as drogas continuará e o paciente precisa estar preparado para enfrentá-la.

 

Caso você tenha ficado com alguma dúvida a respeito do tratamento, entre em contato para obter as informações desejadas. Terei o muito prazer em atendê-lo.