logo_grupo_interclinicas.png

Atendimento 24 horas

(11) 3421-6352

idoso.jpg
Tratamento diferenciado para dependentes com recaída
A dependência química é uma doença crônica e sua recuperação é continua, muitas vezes pacientes acabam tendo recaídas e isso causa dor e decepção por interromper de certa forma o tratamento, por isso é necessário seguir com o tratamento e no pós tratamento, em regime residencial, manter a manutenção do tratamento no cotidiano.
Quando há uma recaída o tratamento é diferenciado, nesses casos há uma:
  • Separação das abordagens e dinâmicas comuns realizadas que ao ser executadas separadamente irá dar ênfase aos aspectos que levaram a recaída do paciente;
  • São usados a aplicação de testes neuropsicológicos para poder definir um perfil do paciente e aplicar u método de medicamentos para o indivíduo;
  • Fazer abordagens individuais, mas intensivas e assim fazer uma internação de curto período;
Avaliando o método diferenciado, o paciente é diariamente avaliado podendo assim durante o tratamento ser alterado
Algumas prevenções contra recaídas
A prevenção deve começar no tratamento, pois é a manutenção do que se pratica durante o tratamento que pode garantir a manter-se longe das substâncias. Algumas dicas de prevenção são:
  • Força de vontade:  A força de vontade é indispensável para poder manter as pessoas longe do vício.
  • Disciplina e empenho: A disciplina é necessário para evitar qualquer contato com as drogas, e o empenho de ter força de decisão para nunca mais voltar ao uso de substancias.
  • Apoio moral e psicológico:  O apoio familiar e um tratamento psicológico é fundamental para a recuperação do paciente.
  • Sobriedade: A sobriedade é o cominho para qualquer pessoa que queira viver sem drogas.
As técnicas que são utilizadas para manter o paciente longe das substancias, são técnicas para serem praticas no cotidiano do paciente ajudando a prevenir e ficar longe do vício, são ensinadas através do tratamento de prevenção contra recaídas de dependentes químicos, geralmente aplicados quando os pacientes estão finalizando o processo de tratamento para voltar ao seu meio de convívio familiar ou social, pois sabemos que é uma manutenção diária que vai garantir a recuperação desse paciente.