logo_grupo_interclinicas.png

Atendimento 24 horas

(11) 3421-6352

profissionais.jpg

Experiência ambivalente de recuperação:

 

Esta categoria abarcou os códigos que descreviam as experiências de recuperação, buscando apreender como os participantes definiam os resultados como aceitáveis para qualificar uma recuperação, em que contextos eles obtiveram melhora ao longo de sua trajetória, quais estratégias utilizaram para tanto, e também que benefícios eles perceberam nos momentos de controle do alcoolismo. Interessante notar que há episódios claramente de recuperação, quando o sujeito se refere a melhorias em sua saúde e em sua vida, porém não considera essas melhorias como uma recuperação do alcoolismo. Também ocorre de o indivíduo contabilizar períodos de abstinência como recuperação, a despeito de não haver qualquer outra mudança em sua qualidade de vida. Há também momentos de recuperação que pouco ou nada têm a ver com a realização de tratamento.

A ideia de experiência ambivalente de recuperação define essa forma contraditória de atribuição de sentido à experiência de recuperação, que guarda tais discrepâncias em razão de refletir uma compreensão do alcoolismo estritamente em função do comportamento de beber e da ênfase na abstinência como meta, típicas dos modelos de tratamento a que se submeteram. O sujeito percebe melhorias de saúde e/ou em outros aspectos da vida, porém tende a avaliar suas possibilidades de recuperação apenas em função do tempo de manutenção da abstinência.