logo_grupo_interclinicas.png

Atendimento 24 horas

(11) 3421-6352

Psiquiatra-interna.jpg

Fundada a 20 anos hoje estamos presentes em todo Brasil com grandes centros de recuperação atendendo o público feminina, masculina, menores e idosos, tratamento com base em mudança comportamental e física. Podendo ser tratado de forma de internação involuntária, internação voluntária, internação compulsória, internação psiquiátrica e internação intensiva. 

 

E assim proporcionar uma perspectiva de qualidade de vida, sempre com melhoria contínua, baseada em uma conduta ética de confiança e integridade. Consulte-nos para tratamento de seu filho ou parente, certamente você encontrará uma solução para uma mudança de vida definitiva.

 

Há mais de 20anos no mercado, a clínica atualmente dispõe de alguns centros de tratamentos especializados no combate as drogas, alcoolismo e transtornos psicológicos em todo o território nacional.

 

O objetivo principal da organização é oferecer soluções terapêuticas de excelência, que de fato provoquem mudanças no dependente durante o seu processo se reabilitação.

 

O atendimento humanizado e o respeito a vida dos dependentes são outro destaque da clínica. Para promover esses resultados, são desenvolvidas atividades de cunho, moral e social junto com o dependente, seus familiares e profissionais envolvidos.

 

Atualizado em 19/01/2021.

 

 

Em termos mais simples, um programa de tratamento de diagnóstico duplo refere-se à presença de vício junto com um desafio de saúde mental. Você pode estar tendo pensamentos intrusivos. Acalmá-los é possível com álcool ou opióides. No entanto, quando os efeitos das drogas passam, o distúrbio permanece.

 

Talvez você se sinta nervoso por estar entre pessoas. Você bebe para se soltar um pouco. Você se torna mais falante do que o normal. Agora, você não pode sair de casa sem se fortalecer com algumas bebidas.

 

Pessoas que sofrem de depressão freqüentemente sofrem de falta de energia. Você pode tentar usar uma droga estimulante para ajudá-lo a sair da cama. No começo, funcionou. Então, a droga assumiu.

 

É impossível tratar uma condição sem tratar também da outra. No passado, fazer isso era o protocolo padrão. Você pode deixar uma clínica depois de superar sua dependência fisiológica, mas o distúrbio ainda estava lá. Freqüentemente resultava em recaída .

 

Os terapeutas aprenderam que as condições co-ocorrentes se alimentam umas das outras. O vício piora um transtorno de saúde mental. Por outro lado, uma doença psiquiátrica pode fazer com que um problema de abuso de substâncias seja mais difícil de superar. Prestando atenção em lidar com ambos, é possível gerenciar as condições.