logo_grupo_interclinicas.png

Atendimento 24 horas

(11) 3421-6352

marcelo d2.jpg
1º ponto aqui. O Marcelo D2 não é um dependente químico. Este ponto aqui pode gerar controvérsias, porém, nós temos até um comparativo neste caso que é o Chorão do Charlie Brown, este sim dependente químico e finado hoje.

2º ponto. O Marcelo D2 faz parte da elite, da elite, da elite, da elite. Não representa o povo brasileiro nem de perto.

3º ponto. Eu. Sou totalmente contra a legalização de qualquer droga. Mas se isto tiver que ser discutido precisa ser entre a população normal, e não como tipos como esses que já tá levando uma grana só pra cantar o verso. “Legalize já.”

O verbo drogas se conjuga assim entre os normais:

Eu sofro
Tu sofre
Ele sofre
Nós sofremos
Vós sofreis
Eles sofrem.